19 de fevereiro de 2021

Novo presidente da Petrobras é da “panelinha” de Bolsonaro

A indicação do general Joaquim Silva e Luna para a presidência da Petrobras é mais um passo rumo à militarização do governo. Nunca os militares tiveram tantas tetas no erário quanto agora.

Considerado membro da “panelinha” do presidente Jair Bolsonaro, o general Luna é da mesma cepa de Eduardo Pazuello, que incompetentemente está à frente da Saúde.

Numa figura de linguagem, o novo presidente da estatal de petróleo é um Pazuello da área de energia. Ele é diretor-geral da Itaipu Binacional.

Pelas redes sociais, Bolsonaro anunciou sua indicação para a Petrobras:

“O governo decidiu indicar o senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova missão, como conselheiro de administração e presidente da Petrobras, após o encerramento do ciclo, superior a dois anos, do atual presidente, senhor Roberto Castello Branco”, escreveu o presidente.

O leitor desta página ou o consumidor de combustíveis não pode esperar muita coisa diferente da atual direção da petrolífera. Quem conhece bem o general, em Foz do Iguaçu (PR), diz que o general é “enrolão” e vai ser uma espécie de cumpridor de ordens do capitão.

Nos bastidores, a guerra pelo comando da Itaipu já começou. O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), deverá ter papel na indicação do próximo diretor-geral da binacional de energia.

Por Esmael Morais

Do Blog do Esmael

1 thought on “Novo presidente da Petrobras é da “panelinha” de Bolsonaro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *